EXPECTATIVA x REALIDADE: Livros de Romance {Cantinho de Menina}


expectativa x realidade livros


Se tem algo que nos envolve, tanto interna quanto externamente, é a dualidade da expectativa versus realidade. Externamente temos as redes sociais, com aquelas fotos perfeitas de comidas, aquele relacionamento que parece perfeito (mas que também tem altos e baixos), aqueles corpos e-s-c-u-l-t-u-r-a-i-s, e por aí vai. Todas essas influências do nosso dia a dia acabam refletindo, muitas vezes, em quem nós somos e em nossas expectativas sobre os acontecimentos diários, ou seja, acabam formando em nós uma expectativa interna que, quando frustrada, frustra a realidade que idealizamos.

Isso é um problema recorrente em muitas pessoas.

Falarei por mim, pelas experiências já vividas e também observadas em várias meninas/mulheres. Retiro do contexto desse texto a parte dos “corpos esculturais” que nos são bombardeados, para tratar desse tópico em outro texto específico. Por outro lado, enfatizo a utopia de relacionamentos que nos é proposta diariamente, desde a infância. Aquele típico relacionamento dos contos de fadas: uma donzela, um empecilho, mas sempre com um príncipe, cavalheiro.

Até aí tudo bem, pois eu creio (mesmo) que relacionamentos devem ter essa base. O amor que vence tudo, o cara que luta e a moça que corresponde ao amor que tudo suporta. Todavia, isso me dá medo quando percebo que já fui refém desses contos de fadas, de romances que idealizam o cara perfeito, e que ainda muitas meninas continuam presas a esses personagens, realmente e infelizmente, apaixonantes!

É fácil viver com eles, apesar das dificuldades. Mas, ao mesmo tempo perigoso. Eles são passageiros, o livro acaba e com ele o personagem também. O que te resta?!

A realidade.

Mas muitas vezes essa realidade não te agrada, não é mesmo?! Por isso você se volta, novamente, aos romances perfeitos “like Nicholas Sparks”, “A culpa é das Estrelas”, etc. Onde os caras leem seu livro preferido, citam frases do seu livro em meio a uma conversa, onde eles te fazem rir (mesmo querendo chorar na vida real), onde eles com muita frequência respondem o que você quer ouvir como mulher, que te fazem rir, que são profundamente seus amigos... É. Eu sei como é e sei que isso cria em você uma expectativa que muitas vezes não poderá ou já não é atendida na realidade.

Viver em busca de romances em livros, te fará sonhar, contudo, também poderá te machucar se você usa dessas histórias para te fazer esquecer do que vive na “vida real”. Afinal, o livro acaba e tudo a sua volta ao normal (mesmo sem ter deixado de existir enquanto lia).

Eu, realmente, não sei o que você vive e não estou te julgando, contudo já passei por isso. Então, um conselho de amiga: enfrente a realidade com a força que não vem de ti, mas que vem de Deus. Por incrível que pareça, isso poderá mudar sua realidade e fazê-la melhor do que as histórias dos seus livros favoritos, para que a sua história se torne a sua preferida.

Deixa ele tocar, mudar e escrever. O melhor roteiro vem dEle, creia. Quando você decide e age à favor de dEle, Ele passa a agir por você.  Se preciso for deixe um pouquinho de lado esses romances, para o seu próprio bem, para que consiga construir sua confiança em Deus, no sustento emocional que vem dEle e não de livros. Deixa ele desconstruir essa utopia frustrada, para que Ele possa construir um desejo, um sonho, que poderá ser realizado através dEle.

A esperança adiada entristece o coração, mas o desejo cumprido é árvore de vida” – Provérbios 13:12

Espero, que esse texto tenha falado com você. Não através de mim, mas através do que o Espírito Santo deseja trabalhar em você.

Se você sabe de uma amiga que precisa ler isso, compartilha com ela, vai e deixa seu comentário sobre o que achou do texto aqui embaixo, combinado?

Um beijo!

Lembre-se: Jesus te ama!

2 comentários:

  1. Pelo post amiga...realmente temos que sonhar e saber que por trás de cada sonho existir uma realidade que muitas das vezes não é fácil de viver..Quando adolescente imaginava que a vida poderia ser um conto de fadas, onde tudo é perfeito, porém não é assim...Deus ele dar a graça para vivermos e sermos felizes mesmo em tantas lutas....temos que viver o melhor de Deus para nossa vida, sabendo que existe as dificuldade, pois são elas que nos fazem crescer como pessoas.
    Um abraço, fica com Deus..

    http://embaixadoradedeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Belo texto Aninha! Eu já tomei decisões sérias baseadas na idealização do namoro perfeito e esqueci de enfrentar "a crise" que faz parte da realidade, só depois cai na real. Sorte que ainda deu tempo de recuperar o amor perdido e claro Deus sempre no comando.

    ResponderExcluir