Para aqueles que sentem demais

sentir demais - aniversário


Sabe aquela pessoa que gosta de ter compromissos marcados e honrar com eles?! 
Aquela pessoa que gosta de passar tempo com os amigos papeando, brincando, comendo ou simplesmente curtindo a presença de qualidade deles? 
A pessoa que gosta de comemorar, de estar perto, de viver e sentir o que o outro está vivendo?! 

Então, essa pessoas sou eu e creio que aí do outro lado devem ter algumas, uma ou até muitas pessoas assim, pois fomos feitos para isso e alguns sentem isso mais aflorado, como eu. Por isso, esse post é uma homenagem a quem sou e para quem também é assim, que precisa saber que outra pessoa também vive essa realidade, que pode parecer dura muitas vezes e que muita gente não entende. 

Estou "falando" tudo isso porque sentir demais nem sempre é bom! Muitas vezes nos prejudica, chegamos a vida adulta duros de coração e isso aconteceu comigo. Mas, o mais estranho é que por mais duro que meu coração estivesse eu ainda continuava sentindo tudo e muito. 

Sentia porque queria aqueles que eu amo perto de mim, que eu não fosse a única a se esforçar para estar perto, pois além de tudo acreditava (e ainda tenho esperança) de que o melhor relacionamento é aquele em que os dois se esforçam para estar juntos, haja o que houver. 

Mas, ok. 

Tudo isso passava em minha mente enquanto eu lembrava do meu aniversário, dia 02 de julho, e como me entristecia (ainda sinto um pouquinho) por não ter vários amigos por perto e por não poder, simplesmente, comemorar meu aniversário no dia e como eu quisesse sem que ninguém falasse um "ah, mais...". 

Isso me chateou bastante, chorei várias vezes. Mas, graças a Deus eu tenho a Deus e amigos que me direcionaram para o lugar em que a paz reinaria, apesar da minha vontade não ser totalmente satisfeita. 

Depois que decidi comemorar meu aniversário um dia antes da data que gostaria muito de comemorar, comecei a me sentir animada para o dia de assoprar as velinhas. É estranho, mas desde pequena sempre contava os dias para essa data, contudo há três anos não me sentia animada para comemorar, provavelmente pelo fato de sentir demais a falta (pela distância) de alguns amigos que fizeram grande parte da minha vida. 

Como eu disse, esse post é para quem sente demais, como eu. Voltei a sentir demais, todavia com a paz e não a guerra. 

Sou adepta de que ambos indivíduos em um relacionamento façam esforços para que o outro se sinta feliz, mas esse ano no meu aniversário, data em que sempre espero que as pessoas se esforcem para fazer do meu dia o melhor vindo até a mim de alguma forma, sou eu quem irá até a maioria das pessoas que queria por perto e sem cobrança, afinal a escolha foi minha. 

Mas, onde eu quero chegar com tudo isso? 

É simples, que possamos aprender a agradecer por todas as situações que você passa. 

Enquanto eu me entristecia por tudo, relacionado ao meu aniversário, estar "errado" ou diferente do que eu queria que fosse lembrei de um testemunho dado na célula no sentido de que mesmo que não entendamos o porque das situações, é preciso que agradeçamos. Então, eu simplesmente agradeci por estar acontecendo tudo "errado", pois, lembrando da palavra, sabia que o propósito de Deus iria se cumprir: que não houvesse guerra, mas entendimento, dependência nEle e amor! 

Poderia passar meu aniversário aqui, esperando que todos pudessem vir, mas no fundo e no orgulho me entristeceria. Por isso, escolhi agradecer, a pedir para Deus me mostrar o que Ele queria e a pedir o meu presente de aniversário que só Ele pode me dar: o amor genuíno que supre. 

Por isso, termino esse post, tirando a poeira do blog, emocionada e esperando que alguém aí do outro lado possa ter entendimento do que está passando. 

Um beijo da Aninha! 
Lembrando que os comentários estão sempre abertos à vocês, respondo assim que puder!

Um comentário:

  1. Eita Ana até parece que você estava falando de mim. kkkkk
    Também sou uma pessoa assim, sinto demais, e confesso que as vezes acabo sofrendo com a indiferença do outro, afinal nem todo mundo tem o mesmo pensamento né? Mas tem um que nos compreende de uma forma tão grande que acaba preenchendo nosso coração.( DEUS)
    Belo post, fica com Deus..bjs

    http://www.embaixadoradedeusoficial.com.br/

    ResponderExcluir